Voilá, vualà, voy la… Como se escreve?

Não sou estudante de Letras, nem me acho muito inteligente neste setor. Sei articular palavras e a prova-mor disso é o fato das pessoas continuarem lendo este blog três anos depois de seu lançamento, mas é tudo na base do bom senso. Não me pergunte o que é uma conjunção adverbial (se é que isso existe); você ficará sem resposta.

O mesmo vale para línguas estrangeiras. Sei mais ou menos inglês, arranho um portunhol quase espanhol e só. O fato de eu não ser um poliglota, porém, não me impede de, vez ou outra, lançar mão de pequenos artifícios emprestados de outros idiomas para enriquecer um texto. Que tal um “hasta la vista, baby”, no final de uma carta de demissão, hein? Ou, no mesmo caso, um indefectível “you’re fired!”?

Quando a coisa fica restrita ao eixo inglês-espanhol, graças à minha (pouca) experiência em ambos, até que me saio bem. Quando tenho que recorrer a outros idiomas, aí complica. As chances de eu cometer uma gafe aumentam e acabam acontecendo. Às vezes, a vontade de usar uma expressão num ponto da frase que parece ter sido feito para ela me faz atropelar o procedimento de pesquisa e acabo publicando do “geito” que eu acho que é.

Voilà!

Voilà!

Episódio do tipo ocorreu dia desses. Publiquei um texto curto no WinAjuda e, no final do mesmo, soltei um francês “voy la”. Minha intenção era reproduzir, em forma de texto, o muito falado “vô-alá”, sabe? Mas eis que, alguns minutos depois de publicar o tal texto, um leitor do blog manda um comentário dizendo que a grafia estava errada; o correto, segundo o mancebo, é “vualá”.

Fui na dele, pelo menos até outro leitor surgir e, corrigindo a ambos, eu e o primeiro comentarista, dizer que o certo, mesmo, é “voilà”. Temendo que logo um terceiro leitor aparecesse dizendo que, na verdade verdadeira, a grafia é “fui lá”, resolvi fazer o que deveria ter feito desde o início: pesquisar.

Não demorou muito para eu encontrar a resposta na Encarta, enciclopédia editada pela Microsoft. Além da grafia correta, ainda há uma explicação para o verbete e a origem etimológica do mesmo. A definição diz o seguinte:

“Usado para chamar a atenção de alguém para alguma coisa, especialmente no sentido de demonstrar apreço ou aprovação.”

Todo mundo anotou? Bom… Voilà, como se pode imaginar, é uma expressão francesa, composição de duas palavras: voi, que quer dizer “veja!”, e , que significa “lá” mesmo. Portanto, “veja lá”. Na página, ainda há um mini-player onde um locutor pronuncia a palavra corretamente (o tal do “vô-alá”, com biquinho e tudo).

Essa dúvida acerca do voilà era bem antiga, e por diversas vezes deixei de usar tal expressão por medo de escrevê-la de maneira errada. Como se vê, o bicho de sete cabeças não tinha tantas cabeças afinal, de modo que bastou uma rápida pesquisa para decifrar um mistério antes grandioso. Quando se deparar com uma situação do tipo, faça você também uma pesquisa e voilà, passe a escrever certo e sem medo.

32 thoughts on “Voilá, vualà, voy la… Como se escreve?

    • ¡Muchas gracias, por la información!
      Yo pensaba que era Voilá, pero veo que el acento es invertido. voil , y no, voilá!
      :-) Saludos desde Puerto Rico

  1. Essa expressão me deixou uns 2 anos confusa, pois muitos de meus amigos brasileiros a usavam para expressar espanto. (Repare, sou francesa).
    Se tiver alguma dúvida sobre o francês pode me mandar por e-mail! Hahahahaha (:
    Ótimo artigo. Beijos! Louise.

  2. Cara, muito legal!
    Estava com a mesma dúvida e fui no Mr. Google.
    Lá vi seu blog e gostei dos resultados que você partilhou com a galera!
    Está de parabéns!

  3. Putz!!!
    Somos dois então…
    por diversas vezes eu quis usar essa expressão mas num sabia a grafia correta… fui no São Gúgôl e VÔ-ALÁ, me deparo com alguem q já passou o mermo q eu!!!

    É a minha primeira visita no blog e já goste!!!
    Meus parabéns pelo blog!!!!
    Abraços

  4. nossa escreveu de tantas maneiras.que juro acho que escolhi :voil ……….kkkkkkkkkkkkkkk

    meu seja mais objetivo.porque engraçado é…e muito…..

    bjoooooooooo

  5. Só pra retificar, L em francês significa aqui e não lá, e isso é motivo de muita confusão pois custo a me adaptar a isso…
    L -bas é que significa l

  6. ADOREI SEMPRE ESCREVI CERTO POIS SOU DE ORIGEM FRANCESA MAS NÃO CONSEGUIA SABER O SIGNIFICADO CORRETO

  7. Haha, mto boa essa explicação! Eu tbm nunca tinha pesquisado e evitava de escrever!
    Agora com sua ajuda ñ preciso mais evitar a expressão! rs Obrigada! =D

  8. Valeu Rodrigo. Fantastique… ops… fantástico… eu também queria saber isto e você ajudou muito. Também gosto de algumas palavras assim. Trabalhei com um francês e peguei algumas palavras pra mim. Também uso “Mon dieu de la France” frase de espanto que eles utilizam muito. Convencidos né?
    Fazer o quê? O nacionalismo deles é assim, o que acho legal. Preserva um pouco mais a nossa nação, os costumes, palavras, emoções nossas, etc.
    Pena que não temos tanto isso. Chegaremos lá nas próximas gerações.

  9. rsrs… tava procurando justamente essa expressão, porque sabia o que significava, queria usar, mas nao sabia escrever.. hehehe… acontece.

  10. Ei não precisa fazer biquinho para pronunciar voil , faz biquinho somente nas palavras que tem u, compreeendeu? Experemente pronunciar o u fazendo um biquinho e falando iiii. Et voil !

  11. Ei não precisa fazer biquinho para pronunciar voil , faz biquinho somente nas palavras que tem u, compreeendeu? Experemente pronunciar o u fazendo um biquinho e falando iiii. Et voil !

  12. Hello, brow!!!

    Cara, parabéns pela redação!

    Escreves bem!

    Tens a boa modéstia cômica e isso é indispensável!

    Tem leveza e sensatez aqui, gostei!

    E, quanto ao “voil “, obrigado!

    Sucesso, meu grande!

    Tenha um ótimo dia!

    Flw!

  13. O mais legal de tudo é que a maioria das pessoas que leram esse artigo, na verdade foram procurar a grafia correta de vô-alá naquele que tudo sabe, o Google. E eu sou um deles.
    Gostei da dica do MSN Encarta, valeu.

  14. Foi buscando sanar minha dúvida que encontrei teu espaço e gostei bastante da escrita descontraída. matei dois coelhos com uma só cajadada… Hehehe! Até a próxima!

Comments are closed.